(11) 93305-8368
buffetmais@buffetmais.com

Por que investir em identidade visual?

Por que investir em identidade visual?

Esse é o primeiro post de uma série que contará sobre a importância do investimento na comunicação visual e o retorno que isso traz ao seu negócio.

Mas afinal, o que é identidade visual?

Abra a carteira, localize os documentos pessoais e note, eles são únicos e intrasferíveis. Não há duas pessoas que possuam o mesmo número de RG ou impressões digitais. O conceito de identidade visual é exatamente o mesmo! É a criação da imagem, exclusiva, destinada para apresentação e comunicação do seu negócio para o mercado.

Através da comunicação visual é possível difundir, de forma ampla, a imagem da empresa e/ou produto, pois o alcance de público é ilimitado, é tangível a todos os universos, não importa o idioma, a idade, a localização. A leitura e o reconhecimento serão destinados ao que se conhece daquela impressão.  

Além de proporcionar ao consumidor reconhecer uma marca favorita em uma propaganda, promoção, ou novo produto, pois o registro ótico cria um vínculo tornando possível essa identificação involuntária, funcional e rápida.

No dia das compras, passando pelos corredores do supermercado, talvez não seja possível – e na verdade nem é preciso – lembrar como se escreve o nome daquela marca ou especificação de um produto, mas com certeza a lembrança das cores presentes no logo e embalagem auxiliarão. Se tiver um personagem bonito e carismático então… Ahhh, não haverá dúvidas na hora de colocar no carrinho, porque ele se destacará rapidamente entre os demais produtos na prateleira!

E isso é claro, não acontece apenas no supermercado. É possível avistar de longe o posto de gasolina onde é mais confiável abastecer, ou a loja de brinquedos que tem mais variedade, e aqueles sapatos confortáveis então! A lista é quase infinita, e um dos itens impactantes que facilitam o consumidor identificá-los é identidade visual claramente definida.

Como definir a identidade visual?

É indispensável conhecer o negócio de forma integral, ou seja, o que é necessário desenvolver e onde será aplicado? Por exemplo, uma empresa atua no ramo de sustentabilidade, faz campanhas em escolas e empresas, dificilmente aceitará trabalhar com brindes onde a matéria-prima não é reciclável, desta forma não há motivo para criar material que não será utilizado.

E como isso é identificado? Através de um briefing. O briefing é o mapeamento de todas as informações necessárias para direcionar a construção da identidade visual.   

Quer entender melhor? Podemos ajudar, segue um exemplo de briefing:

Todas as informações que serão cedidas deverão ser baseadas no negócio em questão

1-    Quando foi criado?

2-    Por quem?

3-    Por quê?

4-    Qual objetivo?

5-    Quais os sonhos envolvidos nesse projeto?

6-    Missão / Visão / Valores?

7-    Pontos fortes ou destaques?

8-    Mensagem mais importante para passar ao público?

9-    Onde será aplicado?

10- Existe algum plano inicial que as/os responsáveis idealizaram?

Briefing realizado! A partir desse momento as informações escritas transformam-se em comunicação visual. A harmonia entre formas, cores, tipografias e elementos gráficos serão responsáveis por transmitir a ideia do negócio de forma subjetiva e agradável ao público e passa a ter aquele RG mencionado aqui no início: exclusivo e intrasferível.

Geralmente é criada e aplica-se em: logos, mascotes ou personagens, fachadas, cartões de visita, convites, materiais gráficos e de escritório, canecas, brindes variados, redes sociais e podem ser adaptadas a demais necessidades.

E para o meu negócio, é importante investir nisso?

Um consumidor analisa inúmeros fatores – rapidamente, e mesmo que de forma involuntária – antes de escolher um produto ou serviço, um dos itens analisados é a apresentação, a imagem gera um vínculo afetivo com o consumidor, e facilita a escolha dele.

Conversamos com Emilene Oliveira, proprietária do Buffet Foguete da Alegria (São Paulo/SP), e ela contou por que investiu na identidade visual:

“Compramos o Foguete da Alegria em 2011, ele estava em outro endereço e enfrentava algumas dificuldades comerciais. Uma das primeiras coisas que fizemos foi pintar a fachada, mesmo que pareça simples, mudar ou retocar a fachada atrai olhares. Nós revigoramos o lugar para chamar mais a atenção de quem passasse pela rua, e funcionou! Havia um foguete desenhado na parede, e solicitamos que desenhassem um astronauta também, foi nosso primeiro mascote.

Depois de muito trabalho, conseguimos reverter a situação do Buffet, e crescemos! Mudamos de endereço em 2014 e decidimos investir na renovação do logo e do mascote. E foi aí que começamos a trabalhar com a GLIV. Fizemos o nosso primeiro redesign, o nosso mascote Zole e logo em 2D, tínhamos aquele muuuuito antigo de quando pintamos a fachada. Adoramos! Ampliamos os negócios, e decidimos criar a Miah, também em 2D. Mais uma vez gostamos dos resultados, e continuamos nossa parceria; e depois de um tempo fizemos o redesign para a versão 3D dos nossos dois mascotes e o logo. Ficaram incríveis, somos apaixonados por eles!

Identificamos sempre o que pode ser renovado, o que pode ser alterado, o que está na moda. A intenção é manter os clientes antigos, afinal, os pais que fizeram festa no ano anterior, não querem as mesmas coisas no próximo ano; e conquistar novos clientes, que estão sempre procurando coisas novas e diferentes para as festas dos seus filhos. Depois de identificar todas as necessidades, fazemos os investimentos necessários, mas sempre fazemos isso anualmente.

Hoje temos o logo (composto pelo nome e o foguete) e dois mascotes, e eles já são nossas marcas, já são reconhecidos como o Buffet Foguete da Alegria. Nós utilizamos em todos nossos materiais, convites, cartões de visita (temos dois modelos aqui, um com o Zole e outro com a Miah), propagandas, promoções, Facebook, Instragram, Whatsapp. E conseguimos fazer isso de forma que não fique cansativo ou repetitivo, que era uma das nossas preocupações.

Ah, e dentro do buffet o telão com a aplicação de um adesivo gigante com o Zole e a Miah, faz sucesso enorme! Além dos outros lugares que também resolvemos deixar personalizado com indicações do próprio Foguete da Alegria. Na parte externa, qualquer alteração traz retorno significativo, além da fachada, agora temos o poste com o nosso logo e mascotes que chamam a atenção, sem o cliente precisar olhar para dentro.

E não vejo a hora das próximas novidades!!! Investir na imagem, na atualização, sempre é bom para nosso negócio e deixa nossos clientes felizes no espaço…”

Emilene é empresária, formada em administração, pós-graduada em gestão de pessoas, professora de Marketing na instituição SENAC, mãe de 3 meninos e 1 menina, e agora Chef! O zêlo pela construção e atualização contínua da identidade visual do buffet representam para ela a construção de um sonho, onde as idealizações, inspirações e experiencias são aplicadas nos detalhes, dos mascotes, Zole e Miah, as estrelas estampadas no brasão.

O objetivo da identidade visual é demonstrar quem você é, o que você oferece, suas influências, suas inspirações. Isso acontece inclusive quando você atualiza sua identidade, manter-se modernizado é uma forma sutil e elegante de demonstrar ao público seu interesse em permanecer inteirado em novas tendências nessa era tão dinâmica. E, consequentemente atendê-los nesse mesmo padrão, e claro, sem perder suas principais características e experiências, adquiridas com o decorrer do tempo.

Coloque-se no lugar de um consumidor e identifique o motivo das suas escolhas, os produtos e serviços que você opta. O que despertou seu interesse por esses produtos e serviços? Todos possuem uma identidade visual que causou um impacto em você; muitas vezes desconsideramos um bom produto, porque não é atrativo, não nos chama a atenção. E como diria o ditado: “a gente come com os olhos”, e nada melhor do que alimentá-los com um trabalho de qualidade voltado especificamente para sua empresa.

Referências bibliográficas:

www.glivdesign.com.br

DONIS A., Dondis. Sintaxe da Linguagem Visual. Edição: 3ª. São Paulo: Martins Fontes, 2015.

STRUNCK, Gilberto. Como criar identidades visuais para marcas de sucesso. Edição: 4ª. Rio de Janeiro: Rio Books, 2012.

Deixe seu comentário

comentários