Follow up em vendas: o que é e como ele pode ajudar a vender mais?

Follow up em vendas: o que é e como ele pode ajudar a vender mais?

No dia a dia, você deve receber e-mails, mensagens nas redes sociais e telefonemas que não se convertem, efetivamente, em uma oportunidade de negócio. E sabe qual é o problema disso? A sua gestão pode estar carente do uso de um bom follow up em vendas para desenvolver a negociação com os clientes em potencial.

Neste post, nós vamos entender o que é o follow up em vendas, como ele pode ser aplicado no seu negócio e quais são os seus diferenciais de uso. Confira, e inspire-se na aproximação com os seus clientes em potencial com as nossas dicas!

O que é um follow up em vendas?

O termo pode ser livremente traduzido como um acompanhamento em vendas. Ou seja: a partir daquele orçamento enviado, você vai estabelecer novos planos de ação para saber o que o consumidor achou, quais são as suas dúvidas, interesses e resistências para fechar o negócio.

Algo muito diferente, por exemplo, do método “frio” de enviar o orçamento e ignorar os prospectos que não entraram mais em contato depois.

Como o follow up em vendas ajuda a gerar receitas?

Quando se tem uma boa previsão de receitas, você sabe, em média, quantos clientes você precisa atender ao longo de um mês.

E o follow up em vendas ajuda, exatamente, a alcançar esses resultados previstos. Isso porque o cliente tem, sim, as suas dúvidas e receios após o recebimento de um orçamento.

Dessa maneira, ao entrar em contato para sanar essas questões, você aumenta, exponencialmente, as chances de estabelecer um elo de confiança com o consumidor, além de reforçar o valor agregado dos seus serviços.

Existem, ainda, outros benefícios palpáveis com o uso do follow up em vendas, como:

  • aumento de vendas;
  • contato mais próximo e personalizado com os clientes — e clientes em potencial;
  • fidelização de clientes;
  • mais facilidade para planejar e executar o seu fluxo de caixa de maneira estratégica;
  • promoção de uma experiência de compra mais qualitativa.

Viu como o follow up em vendas agrega mais segurança para gerir o seu buffet visando, primeiramente, os ativos mais importantes para você — os seus clientes? Que tal vermos, então, como colocar em prática esse modelo de negócio?

Como executar o follow up em vendas?

Planejamento e um bom sistema de tecnologia permitem que você tenha um modelo de acompanhamento dos orçamentos com total eficácia.

Para isso, comece identificando os dois principais momentos em que o follow up em vendas pode fazer a diferença para o seu negócio:

Quando se tem um retorno do cliente

Após sinalizado o interesse em dar continuidade às conversas, use o  follow up em vendas para lembrá-lo de uma reunião, por exemplo. Preferencialmente, no dia anterior à data agendada.

Isso evita que o cliente perca o compromisso agendado e entenda o seu valor nessa negociação com o buffet que ele está em negociação.

Quando não se tem um retorno do cliente

Aqui, o orçamento foi enviado, mas você ainda não obteve resposta alguma do cliente. Para que o follow up em vendas tenha um impacto positivo, tenha em mente quais são as objeções mais comuns do seu público-alvo para fechar uma compra.

Assim, ao enviar um novo e-mail ou telefonar para o prospecto, você já tem, de antemão, as alternativas para dissolver as resistências do cliente em potencial, o que aumenta as chances de efetuar a desejada venda.

Deu para entender, então, como o follow up em vendas é um importante instrumento para o seu negócio? Para que você tenha ainda mais sucesso em sua empreitada, confira também como o conhecimento aprofundado no seu cliente ajuda a alavancar as vendas!

Deixe seu comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram