Administrar um buffet: 5 dicas para gerir com eficiência

Administrar um buffet: 5 dicas para gerir com eficiência

administrar um buffet

Administrar um buffet não é tarefa fácil. Afinal, você e a sua equipe são responsáveis por criar uma experiência completa aos seus clientes — e aos seus convidados, que também são clientes em potencial.

Portanto, não adianta capacitar os colaboradores para atenderem bem as pessoas em um evento promovido pelo seu empreendimento: administrar um buffet compreende também tarefas que se acumulam antes de uma festa e às ações de pós-venda, por exemplo.

Por isso, neste post vamos explorar alguns desses conceitos tão abrangentes e diversificados para que você consiga se orientar para administrar um buffet cada vez com mais qualidade. Confira!

As 5 dicas para administrar um buffet

Das delegações estratégicas ao uso pontual de tecnologias que ajudem a administrar um buffet, seguem as nossas dicas:

1. Realize reuniões presenciais periodicamente

Por mais que você faça uso de soluções automatizadas — como as presentes em um software de gestão —, as reuniões presenciais com a equipe são elementares.

Afinal de contas, essa troca de experiências ajuda a entender quais são os desafios, necessidades e objetivos que os seus profissionais mais enfrentam.

Como resultado disso, uma simples reunião pode acumular ideias para você administrar um buffet internamente com mais qualidade. Da mesma forma que gera insights para lidar melhor com os próximos eventos e, ainda, facilita a aproximação com os seus colaboradores.

2. Aprenda a delimitar atribuições

Você já conhece todo o fluxo de trabalho de sua empresa, e quem está responsável por cada questão inerente à sua administração? Isso é fundamental para garantir uniformidade, coesão e, claro, eficácia nos resultados.

Pois, do contrário, cada demanda que surgir vai ficar em uma área cinzenta, da qual um colaborador vai se encarregar dela quando quiser. É importante saber delegar, delimitar e cobrar resultados. Assim, administrar um buffet fica muito mais fácil.

3. Conte com o auxílio de soluções tecnológicas

Hoje em dia, não dá para administrar um buffet sem o devido auxílio tecnológico. Especialmente, quando muito se fala a respeito de Big Data para diferenciar-se da concorrência e gerar oportunidades únicas para o seu público-alvo.

O já citado software de gestão é um desses instrumentos imprescindíveis para administrar um buffet. Afinal de contas, os seus módulos são completos e alinhados às necessidades do empreendedor, com ações de divulgação, relacionamento e até mesmo para a gestão de equipes e ações de pós-vendas.

Tudo de maneira intuitiva e fácil de assimilar, visando uma gestão do buffet cada vez mais qualitativa.

4. Tenha uma liderança presente

Por mais que você tenha segmentado as equipes e conte com um software de gestão, a sua liderança deve ser próxima e presente. E motivos para isso não faltam.

Afinal de contas, além de ajudar na capacitação e no treinamento de suas equipes, você também mostra aos clientes que vive a rotina do seu buffet. Logo, ninguém melhor do que você para dar garantias —  e cumpri-las —, gerando, assim, a fidelização de clientes.

5. Ouça o seu cliente

Por fim, administrar um buffet é atividade que passa, diretamente, pela satisfação do seu consumidor. Ouça-o mais, faça pesquisas de satisfação e peça o feedback dele em todos os seus canais de comunicação. Só assim você vai saber, exatamente, o que fazer para manter o seu negócio em contínuo crescimento.

Quer saber mais sobre a administração eficiente do seu empreendimento? Então, leia também nosso artigo com diversas dicas sobre como otimizar a gestão do buffet!

Deixe seu comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram